Subversa

“Nadinha de Nada”, de Laura Erber | por Lucas Grosso


Nadinha de Nada, Laura Erber, companhia das Letras, 2015.


“Nothing Doing”, Peggy Bacon (1952)

Livro infantil com menos de 100 palavras, mas que eu penso merecer uma resenha, pelo trabalho tão interessante que Laura faz entre imagem e texto. Recortando e limitando o todo ao personagem do rato que encontra uma mala misteriosa, Laura estimula a criatividade, trabalha com expectativa e certa aleatoriedade própria da infância com grande domínio. A narrativa direta ecoa a poesia de Cecília, bem como a leitura de uma criança em alfabetização (essa prosódia, o progresso e epifania do rato na investigação da mala). Os desenhos minimalistas contribuem para o mistério ambíguo, metonímia da infância e grande mérito do livro.


LUCAS GROSSO | mestre em Letras. Estudou Milton Hatoum na graduação e Milan Kundera no mestrado. É professor de inglês na prefeitura de São Paulo. Lançou “Nada”, pela Editora Patuá, é colunista da Subversa e escreve no blog www.lucasgrosso.blogspot.com.

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367