Subversa

SESSÃO DA TARDE | Fernando Ignez

 

Minha urgência vai se esvaindo

Vou me resignando com esta ausência onipresente

As horas monótonas já não carregam tanta culpa

É isso mesmo

É tudo tão pouco

Para quem espera demais

Para quem foi iludido quando criança

Pelas aventuras de Hollywood

Me resta caminhar pelas estradas de terra sem fim

Observar de perto os formigueiros

Escutar as conversas alheias

Que tem gosto de ficção

Pedir um pudim na padaria

Depois tomar um trago

Enxugar as lágrimas

E fingir que nada aconteceu

E é a mais pura verdade

Nada aconteceu

A não ser a vida

 


Fernando Ignez | São Paulo, Brasil| 39. Paulistano. Poeta e tradutor. | fignez@gmail.com

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367