Subversa

Poedura | Raphael Paiva (Rio de Janeiro, RJ, Brasil)

Ilustração: Marilia Moser

Ilustração: Marilia Moser


Oh, poema,

que descanse sobre vossa tristeza

.a voz cansada do exaltar-se só…

..que vocalize a sombra espessa do sentir-se…

…….que não seja teu corpo

…………..somente a carnadura do que fez-se o pó…

………………..que não estejas só…

……….Oh, poema,

..descanse em paz,

……………………….. é só.


RAPHAEL PAIVA. “Um dia, indagaram-me o que sou: Um só, de corpo e alma, frente e verso”

Marcado com:

Sobre o Autor

1 Comentário

  1. Anônimo 4 de dezembro de 2016 em 16:11

    Magnífico.,espetacular.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367