Subversa

Plantas domésticas | Helena Costa Carvalho


Enchida a arca de milho e colchas para dois
há uma altura em que nos oferecem plantas, uma
natureza mansa para o cultivo da maioridade.

Chegam-nos vasos rendilhados como
fábulas da terra, pequenos deuses
florais
em contraluz,

alegria bastante para abrir janelas.

Seria preciso puxar-lhes o lustre, chamar-lhes
amigas, acicatar o cio vegetal com o amor ou desamor
de cenas domésticas.
Consentir a floração.

Desde que as vi secar, primeiro pela sede
depois pela culpa, penso se será ainda casa
o sítio onde não nos espera uma planta
a folha última,

um filho sequer para regar.


Helena Costa Carvalho |Lisboa, Portugal |  helenaccarvalho@gmail.com

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367