Subversa

O sísifo da história | Felipe G. A. Moreira


tenta se afastar…

Mas se aproxima. Ele se afasta
e tenta se aproximar…

daquilo que olha
esbulhado boquiaberto
e de absurdos músculos.

Encara no passado
o presente, o futuro. No presente no futuro:
o passado também.

Todo monumento da cultura: um monumento da barbárie.
E na montanha:
a cadeia de acontecimentos
como a catástrofe inacabada
ruína em ruína
antes seus pés.

Preferia atrofiar?
acordar… esquecer… os mortos?
remontar… destruir… os fragmentos?

Mas de baixo do topo
de baixo…

do topo…

da montanha sopra
um vendaval
que desatrofia
seus músculos todos.

E ele não sabe mais parar
arrastado ao futuro
ao presente, ao passado, ao futuro…

Subindo,
descendo, parando, descendo, subindo…

Ele vai de costas
de frente, de costas, de frente…

E a pilha de ruínas à sua frente
alcança o topo e tomba à baixo
da montanha

e alcança o topo
e tomba
e…


Felipe G. A. Moreira

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367