Subversa

Não | Fábio Amaro


A memória das árvores
tem antídotos para os venenos de existir.

Abrevio as agruras do corpo
deglutindo o ácido das trevas.

A sagração dos inventos
é a artilharia da mente.

Disparo contra os espelhos
e me divido em pedaços.

A loucura decantada no ócio
é um caleidoscópio
impossível de compreender.

Perguntei aos oráculos
sobre as adjacências da morte.

E eles disseram que não.


Fábio Amaro|  Pelotas, Brasil | fasduval@terra.com.br

 

 

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367