Subversa

Invocação | Giovane Adriano dos Santos (Oliveira, MG, Brasil)

Ilustração: Karolina Whoo


Quede meu clamor às tágides?
O poeta subiu na pedra-beira-mar e
começou a fisgar palavras:
ó peixes, são poucos os ouvintes;
ó peixes, são poucos os leitores;
ó peixes, são poucos os versos.
Veio de Arimino o ensino,
mas ando tão cético
que nem por estilo clamo.
Aba, aba… chega a mim,
ó vocábulo
sai do mar e tempera
este silêncio fingido.

 


GIOVANE ADRIANO DOS SANTOS é de Morro do Ferro (Oliveira, Minas Gerais). Aluno de graduação em Direito na Universidade Federal de Lavras- UFLA. Em 2014, por escrever o poema “Saudade sem métrica”, foi premiado no Concurso Literário promovido pela Academia Madureirense de Letras. Desde criança Giovane demonstrou gosto pela leitura e escrita. | GIOVANESANTOS@GMAIL.COM

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367