Subversa

Heterotopia | Maria Cristina Martins


A janela do quarto de não-dormir

que também é escritório

e lugar de chorar

me leva para um país

inventado

Foi lugar de amamentar

quando o bebê não se perdia

no Cascão em miniatura

no cacho de uvas sem uvas

A janela mostra

o trecho de uma rua

entre dois prédios

um terreno baldio

árvores remotas

luz grave

o vento presumido é ameno

Como era na outra casa

onde havia saguis e gambás

e eu juro que uma vez

dois tucanos pousaram na cerca

Lá é melhor do que aqui

porque não estou lá

e quando estava

não era agora


Maria Cristina Martins | Rio de Janeiro, Brasil | Instagram: @farandola.mariacristinamartins

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367