Subversa

está tudo certo | Paulo Arce


I
mendigos e dementes
amontoam-se na praça do centro
em meio a pombos, cães vadios
e uma multidão
que está morta por dentro

II
no pé da escadaria da igreja matriz
um louco começa uma briga
que não pode vencer:
cai de costas estendido
e cospe no chão com vigor

III
duas mulheres conversam alto
com as bocarras destampadas à mostra
sobre o valor da vida:
se for pra morrer, morrem
mas não vão ficar presas em casa

IV
um ônibus lotado passa ao meu lado
uma adolescente prensada no interior
luta para manter o rosto afastado do turbilhão
como se lutasse pela própria vida
e não é pela vida?

V
o programa no rádio dos dois idosos
que bebem na calçada e fumam
conta que somos governados por psicopatas
arquitetos desta realidade fétida
que temos que habitar
os dois dão de ombros e servem mais cachaça:
a verdadeira ameaça é vermelha

VI
chego no escritório
e meu colega de sala me conta
que está há três dias
com falta de ar


Paulo Arce | Campinas, Brasil | é funcionário público e professor. | paulob.eduardo@gmail.com

 

Sobre o Autor

2 Comentários

  1. Simone 16 de junho de 2021 em 22:19

    Não tape meus olhos e nem meus ouvidos! É preciso ver e viver! Muito bom! Parabéns ao amigo Paulo!!!

  2. Claudia 4 de setembro de 2021 em 17:23

    Muito bom!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367