Subversa

Corro atrás do tempo | Felipe Tedeschi


Corro atrás de tempo feito um rato correndo na roda. Meus lábios estão secos. O vento no meu cabelo era só um fetiche. Os dias são transparentes. Saiu no jornal que outro político foi preso e todos estão interessados em provar sua inocência ou culpa. Não importa, mas insistem que sim. Esqueci três horas no banco do ônibus, deve ter caído do bolso. No lugar em que moro só temos duas estações no ano. Uma é a do trem cargueiro e a outra é verão. Enquanto escrevo o suor corre em meu rosto e me deixa de mal humor. Hoje ainda é ontem.


FELIPE TEDESCHI | São Bernardo do Campo, Brasil

Sobre o Autor

1 Comentário

  1. Gisele Peres 16 de março de 2019 em 10:21

    Um talento que não deve ser disperdisado. O uso das palavras são um dom. E você foi abençoado com ele. Parabéns por mais esse trabalho. Sucesso.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367