Subversa

Corre | Yuri Claro


Corre
antes que minha carne
seja pó
e deita aqui nesta relva

Corre
antes que o céu
de chumbo
desabe
sobre nós
antes que meus lábios
se façam mortalha
entre meus dentes

Corre
e vem, mas
calma,
deita e olha
o arder de Vênus
entre as estrelas antiquíssimas
e, se quiserdes,
encosta teus lábios
na minha fronte

e se quiserdes, crava
tuas unhas nas minhas costas

mas,
Corre,
que o tempo da minha
paixão é a
morte.


Yuri Claro | Santo Antônio da Platina | yuriclaro@gmail.com

Sobre o Autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367