Subversa

Abraço | Larissa Vahia (Rio de Janeiro, RJ, Brasil)

Ilustração: tela de Jaime Ferreira


Cicatrização de ferida que doía
enquanto sangrava sem estancamento
cessamento de hemorragia que acidificava
corroendo lentamente, como óxido nítrico,
tornando-se capaz de preencher
meu corpo
com bombeamento sanguíneo
que agora pulsa no ritmo da tua
frequência cardíaca

 


LARISSA VAHIA é estudante de Medicina Veterinária da UFF, apaixonada pelo reino animal e pelo cotidiano que anseia versificação. Suas poesias estão disponíveis no blog euphoniaviolacea.wordpress.com | LARISSAVAHIA@HOTMAIL.COM

Sobre o Autor

1 Comentário

  1. Daniella Guerra 15 de maio de 2017 em 21:06

    Larissa,

    Quanta força tem tuas palavras abraçadas tão lindamente neste belo poema.
    Um poema que toca não pela sonoridade. Nos toca pela forma como um ato tão humano é descrito de modo ímpar que ecoa no nosso íntimo.

    Abraços e desejos de mais poemas belos e maravilhosos como esse para nós lermos.
    Daniella

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão sinalizados *

Entre em Contato

contato.subversa@gmail.com
Brasil: (+21) 98116 9177
Portugal: (+351) 91861 8367